Translate

quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

A ilha que te cerca


Quando encalho em nuvens de pedra
enraizadas na ausência da vontade,
calo-me, e vejo um silêncio árido
que se espreguiça no horizonte da apatia.

É um silêncio acuado à porta dos sentidos,
um silêncio trespassado por um vento de cardos
que se agrafa aos ossos das palavras já mortas
com punhais de tanta negrura.

Mas foi no mar desmedido deste enfado que te vi,
que gritei à ilha que te cerca,
rainha verde emergida na bruma do silêncio
em cabelos de água de ondas convulsas sem fim.

E o mundo voltou a sorrir nas estrelas
dos teus lábios e no murmúrio dos teus olhos,
porque sabemos ler nos ecos da escuridão
as vozes que compomos corpo a corpo.


Jaime Portela

45 comentários:

Pensamentos Com Asas disse...

Bom dia, Jaime!
Como sempre belas poesias. Parabéns!
Um feliz 2017!
Beijos.

VITORIO NANI disse...

Valeu, Jaime, começou bem 2017!
"E o mundo voltou a sorrir nas estrelas
dos teus lábios e no murmúrio dos teus olhos..."
Abraços!

Karocha disse...

Lindo como sempre , Jaime


Bjocas

lua singular disse...

Oi Jaime,
Nem sei o que comentar numa poesia muito culta, diferente das minhas. mas vou aprendendo com você, pois sou boa aluna.
Beijos no coração
Lua Singular

Karocha disse...

Já fiz novo post no meu blog Jaime

Bjocas

BFS

Cidália Ferreira disse...

Estou como diz a amiga Dorli,
Soberbo poema!

Beijo

O Poeta disse...

Muito bonito.

luar perdido disse...

Uma bela ilha esta que cerca a musa de tal poema. Que põe fogo novo nas estrelas e sorrisos de compõe corpo a corpo: alma a alma. Que os ventos levem para bem longe as palavras mortas, os silêncios negros e opacos. E que um novo dia se defina na unidade que há na partilha.
Bom fim de semana querido amigo.
Beijo de luar

Fá menor disse...

Que haja sempre algum eco.

Bjos

Silenciosamente ouvindo... disse...

Não me esqueci de si.
Vindo ler a sua poesia, sempre com muito gosto.
Bom 2017.Abraço
Irene Alves

Ana Freire disse...

Que haja sempre uma qualquer forma de estabelecer/restabelecer pontes... para chegar às ilhas que não se querem perdidas...
Uma lindíssima forma de começar o ano por aqui, com este encantador poema de um amor... que lutou para não se perder...
Beijinho! Deixando os meus votos de um feliz e inspirado 2017, e de uma boa noite de Reis!
Ana

Pedro Coimbra disse...

Mais uma chapelada!
Aquele abraço, bfds

M. disse...

Belo poema muito visual!!!
Beijinhos, feliz 2017!

Graça Pires disse...

"gritei à ilha que te cerca"... Foi esse grito que estremeceu o olhar de quem é amado e acredita no sorriso das estrelas...
Um beijo, Jaime.

Rui Pires - Olhar d'Ouro disse...

Encantador caro amigo!
Um excelente ano!
Abraço

Marta Vinhais disse...

Por vezes, sentimos que estamos presos numa ilha e perdemos a esperança de nos libertar.
Mas há um momento em que descobrimos que as palavras não estão mortas e o silêncio pode ser interrompido...
Por um grito de amor...
Lindo...
Obrigada pela visita
Um Bom Ano
Beijos e abraços
Marta

Manuel Veiga disse...

um poema muito fluente e "visual" ..
gostei muito

forte abraço, amigo Jaime

Emília Pinto disse...

Diz-se que temos sempre o poder de escolha e, assim sendo, seremos capazes de deixar a ilha onde nos sentimos tantas vezes, mas...será que é assim mesmo? Creio que não. A vida tem muito mais poder que nós e oferece-nos pontes frágeis, pedregulhos enormes, ondas raivosas, ventos fortes e uivantes que nos fazem sentir " acuados" com medo da travessia para outras bandas. " O amor transpõe barreiras " também é dito, mas ilhas também o cercam e por mais que gritemos, o ruido do vento não permite que o nosso apelo chegue até ele. Nem sempre o amor vence, mas a esperança, sim e, se continuarmos a tentativa, sem medos, voltará a bonança e facilmente chegaremos à ilha; poderemos sempre lançar uma longa fita, brilhante, para que do outro lado o amor desperte, finalmente apareça num bonito laço e o sorriso volte aos nossos lábios.
Saúde, sorrisos, laços e abraços sempre, amigo Jaime. Lindo!
Um beijinho
Emilia

Mirtes Stolze. disse...

Boa tarde Jaime.
Começou o ano com uma bela poesia, emergido na bruma do silencio, lembrando ate dos olhos da pessoa amada. Divino. Um feliz fds. Abraços

Pedro Luso disse...

Caro Jaime, venho para desejar a você um feliz ano de 2017, com a realização de todos os seus projetos. Desejo também ao amigo que não lhe falte inspiração neste novo ano, para que possa continuar escrevendo seus belos poemas, como é exemplo este seu A ilha que te cerca. Parabéns pelo ótimo poema.
Grande abraço.
Pedro.

Artes e escritas disse...

Um poema com muitas metáforas e de difícil leitura. Parabéns pelo poema envolto em brumas. Um abraço, Yayá.

Aninha Ferreira disse...

"o mundo voltou a sorrir nas estrelas dos teus labios e no murmurio dos teus olhos" que frase mais linda

Pedrasnuas disse...

Ter um sexto sentido apurado, é como ser adivinho!

Um poema sublime!

Quanto às explicações de como colocar maiúsculas e usar o negrito, agradeço as dicas e assim que for possível vou experimentar.

Beijo, amigo JP

Bandys disse...

Ola Jaime,
Mui belo.
"o mundo voltou a sorrir nas estrelas
dos teus lábios e no murmurio dos teus olhos.
que lindo esse sorriso nas estrelas dos labios.
beijos

Agostinho Barros disse...

Que lindo, adorei !! Bom fim-de-semana:)

www.culturadeescape.blogspot.pt/

Become part of Cultura de Escape World:
Facebook PageBloglovin'Blogs de PortugalGoogle +InstagramPinterest

lua singular disse...

Oi Jaime,
Lindo demais!
Fico até sem palavras para comentar a altura.
O mundo sempre sorri é só olhar o céu pintadinho de estrelas reluzentes.
Beijos
Lua Singular

Brisa disse...

Querido amigo Jaime
Belíssimo poema...
...são nuvens,sem sombras... e no silêncio,murmuras os sentidos que te tocam,com que escreves...e no sorriso das estrelas, os olhos dizem tanto...

Bjo e desejo-te uma continuação de um bom fim de semana

Andreia Morais disse...

Maravilhoso *.*

r: Obrigada e bom fim de semana!

AC disse...

Há sempre o outro lado das coisas, assim o consigamos vislumbrar.
Parabéns, Jaime!

Abraço

Daniel Costa disse...

Jaime Portela
É pouco possivel não se gostar do poema, de todos os teus poemas.
Sempre bem desenhado para regalo dos apreciadores de poesia.
abraços

Ana Tapadas disse...

Belo poema!
Devo dizer, sem desprimor para os primeiros poemas que li, que as palavras se vão burilando cada vez mais.

Beijinho

deep disse...

Desconhecia a nova morada,poeta. Vim aqui parar por acaso. Vejo que a inspiração continua a trazer bons frutos.

Bom ano. :)

Acordar Sonhando . SOL da Esteva disse...

Os murmúrios dos silêncios, guiam os caminhos do Amor.
Excelente Poema,Jaime.

Abraço
SOL

Toninho disse...

Fantástica inspiração amigo Jaime.
A ultima estrofe é de uma pintura maravilhosa.
Parabéns sempre poeta.
Um 2017 de paz e inspirações no bem e no melhor para este mundo.
Abraços de paz e luz.

manuela barroso disse...

Nuvens de pedra já nos silencia.
Mas a rainha verde com cabelos de água faz mesmo sorrir as estrelas
Bom 2017, Jaime
beijinho

Teresa Almeida disse...

Com uma ilha verde à tua espera, a imaginação não tem amarras. Gosto mesmo.
Beijo.

Majo Dutra disse...

Belíssima imagética marinha adornada
em metáforas aromatizadas a maresia.
Mais um belo poema amoroso e sensual
que muito apreciei.
Mais uma vez, votos de feliz 2017.
Abraço, amigo.
~~~~~~~~

Dorli Ramos disse...

Oi Jaime
Quero uma ilha assim para mim, mas por enquanto preciso cuidar dos meus pés; só a noite fica cheio de bolhas, acho que deve ser de ar. Amanhã retorno ao médico.
Mama mia como dói.
Beijos
Minicontista2

graça Alves disse...

Muito bom!
Beijinho

Suzete Brainer disse...

Amigo Jaime,

As tuas belas construções poéticas espelham nas palavras
uma bela narrativa singular, Poeta!

Boa semana, amigo.
Beijo.

Louraini Christmann - Lola disse...

Ahh, que bom ler tua poesia!
Estava mesmo precisando!!!

abraço
Lola

© Piedade Araújo Sol disse...

JP

a ilha (sentido figurado ou não) pode cercar, mas há sempre maneira do Poeta gritar o amor à sua Musa.

e se as estrelas trazem o sorriso, então tudo valeu a pena.

um poema muito bem construído com uma certa dose de sensualismo na medida certa.

beijo

:)

Jaime Portela disse...

*********************************

Caros amigos, obrigado pelos vossos comentários. Voltem sempre.
Entretanto, acabei de publicar um novo poema. Espero que gostem.
Continuação de boa semana para todos.
Saudações poéticas.

*********************************

Cristina Cebola disse...

Imagens poéticas maravilhosas...
A exaltação do ser amado, como pano de fundo de um poema cheio de encanto e beleza...

Um magnífico fim de semana

rosa-branca disse...

Maravilhoso poema que amei demais. Pensei que já tinha feito um comentário...ou talvez não. Beijos com carinho